Sem ti

Photo : Sébastien Sabouret

Revejo-me sozinha
Sinto a tua falta
O teu abraço, esse aconchego
Perco o chão tenho medo
Um silêncio sem ti
Sem alamos
Sem luas
Noites despidas de desejo
Nuas
Submergida num sôfrego
Como se o mundo fosse acabar
Nada muda, nada é igual
Vida sem sonho
Irreal
Não quero ficar sem ti
Porque sem ti não vivo
Apenas existo.

Filipa Moreira da Cruz

7 réflexions sur “Sem ti

Les commentaires sont fermés.