Expressões Portuguesas – Água

Água de nevão dá muito pão
E água do mar o que terá para dar?
Desgaste na madeira, buracos nas redes
A água (também) faz desabar as paredes
E quando teimamos em insistir no que não dura?
Água mole, em pedra dura, tanto dá até que a fura
Façamos barulho, mostremos o que nos o que nos revolta
A água silenciosa é a mais perigosa
Água que corre é vida
Água parada: água estragada
Deixa de pensar nos outros caminhos
Águas passadas não moem moinhos
Não te preocupes se tropeçares num degrau
Fica tudo em águas de bacalhau
No dia seguinte, tudo pode acontecer
Porque presunção e água benta: cada qual toma a que quer
Em terra de cego quem tem olho é rei
Mas nunca digas desta água não beberei.

Filipa Moreira da Cruz

Photos : Filipa Moreira da Cruz





15 commentaires sur « Expressões Portuguesas – Água »

Votre commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l’aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion /  Changer )

Photo Google

Vous commentez à l’aide de votre compte Google. Déconnexion /  Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l’aide de votre compte Twitter. Déconnexion /  Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l’aide de votre compte Facebook. Déconnexion /  Changer )

Connexion à %s

Créez votre site Web avec WordPress.com
Commencer
%d blogueurs aiment cette page :