Amor sem espinhos

Photo : Filipa Moreira da Cruz

Não há bela sem senão
Não há alma sem coração
Não há rosa sem espinhos
Não há metas sem caminhos
Não há mar sem ondas
Não há praia sem conchas
Não há recompensa sem esforço
Não há festa sem alvoroço
Não há Outono sem chuva
Não há presença como a tua
Não há Verão sem calor
Não há paz sem amor
Não há queijo sem marmelada
Não há tudo sem nada
Não há doce sem abóbora
Não há dentro sem fora
Não há música sem instrumentos
Não há esperança sem sentimentos
Não há poetas sem tristeza
Não há terra sem beleza
Não há universo sem mundos alheios
Não há Humanidade sem devaneios.

Filipa Moreira da Cruz

6 commentaires sur « Amor sem espinhos »

Votre commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l’aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion /  Changer )

Photo Google

Vous commentez à l’aide de votre compte Google. Déconnexion /  Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l’aide de votre compte Twitter. Déconnexion /  Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l’aide de votre compte Facebook. Déconnexion /  Changer )

Connexion à %s

Créez votre site Web avec WordPress.com
Commencer
%d blogueurs aiment cette page :