Jogo cromático

Reprise

Verde é a minha esperança
Num mundo mais justo
Azul são os sonhos infinitos
No céu que abraça as nuvens
Verde é a felicidade de rebolar na relva
Num dia de Primavera
Azul é o desejo de ternura
Como o mar que embala os barcos
Verde é a resiliência necessária
Para seguir em frente
Azul é a alma melancólica
Nos dias de chuva
Verde é o corpo nos dias
Em que espreita o sol.

Filipa Moreira da Cruz

Photos : Filipa Moreira da Cruz

Pintado de azul

Reprise

Azul intenso, profundo…efémero?
Néctar sublime e adúltero
Espelho grande, imenso, infinito
Que cabe no bolso para estar sempre comigo
Um mar de oportunidades
Um oceano de saudades
Um rio de emoções
Um riacho de sensações
Azul de Norte a Sul, de Este a Oeste
Percorreste o mundo, mas regressaste
Devolveste-me o que perdi
Trouxeste o que te implorei
Do meu universo és rei
E não quero viver sem ti.

Filipa Moreira da Cruz

Photos : Filipa Moreira da Cruz, KaDDD e Paul Laurent Bressin

Rosa ou violeta?

Reprise

Circunda-te de rosas, ama, bebe e cala. O mais é nada.

Fernando Pessoa

Todos querem o perfume das flores, mas poucos sujam as suas mãos para cultivá-las.

Augusto Cury

Photos : Filipa Moreira da Cruz, Anne-Hortense e Paul Laurent Bressin

Une semaine en arc-en-ciel

Reprise

Lundi le bleu inonde mon âme
Je m’assume en tant que femme
Mardi le ciel est violet
Et je fais ce qu’il me plaît
Mercredi le bleu est déjà de retour
Un peu plus corsé et doux comme le velours
Jeudi je vois la vie en rose
Je suis enveloppée d’une fine couche de glucose
Vendredi je suis habillée en marron, de la tête aux pieds
Je nourris l’amour et l’amitié
Samedi s’éveille tout couvert de jaune
Je suis la reine de mon royaume
Et quelle couleur aura dimanche?
Celle de l’insouciance!

Filipa Moreira da Cruz

Photos : Filipa Moreira da Cruz

Love today!

Reprise

Purple, orange, green and blue
I am all the colours whenever with you
A wide field of beautiful daisies
Our days are overwhelming and crazy
A stunning poppy covered in red velvet
The landcsape is almost psychedelic
Forget yesterday and don’t worry about tomorrow
Life is more than pain and sorrow
Follow your dreams, they know the way
You may only be sure of today.

Filipa Moreira da Cruz

Photos : Filipa Moreira da Cruz








Azzurro

Reprise

Un matin, l’un de de nous manquant de noir, se servit de bleu : l’impressionnisme était né.

Pierre-Auguste Renoir
Photo : Filipa Moreira da Cruz

 “Y todo ardía en azul, todo una estrella”.

Pablo Neruda

Blue has no dimensions, it is beyond dimensions, whereas the other colours are not….

Yves Klein
Photo : Filipa Moreira da Cruz

Naquele dia, fazia um azul tão límpido, meu Deus, que eu me sentia perdoado para sempre. Nem sei de quê.

Mario Quintana
Photo : Filipa Moreira da Cruz

Para vermos o azul, olhamos para o céu. A Terra é azul para quem a olha do céu. Azul será uma cor em si, ou uma questão de distância? Ou uma questão de grande nostalgia? O inalcançável é sempre azul.

Clarice Lispector

Oh happy days!

Reprise

A walk through the clouds
Flying high like a bee
A stroll in the forest
Having fun like a fox
A bath under the sun
Like a happy lizard
A picnic with the family
Like we used to do
Fresh grass under my feet
Fragrant flowers on my hair
And a smile on my face
Oh happy days!

Filipa Moreira da Cruz

Photos : Filipa Moreira da Cruz

Desfolhada

Reprise

A minha pele tem rugas e fendas
Os meus olhos conhecem segredos
E apenas tu os desvendas
As nossas vidas seguem caminhos
Que parecem labirintos intermináveis
Os sonhos não se perdem
Mas alguns erros são irreparáveis
As minhas mãos apenas pedem
Que as cuides para sempre
Baloiço ao vento
Humor frio, suor quente
Rio e choro ao mesmo tempo
Viajo até à tua mente, mas regresso
De pés descalços e asa quebrada
O mundo está virado do avesso
A minha alma está desfolhada.

Filipa Moreira da Cruz

Photos : Filipa Moreira da Cruz

Verde é esperança

Reprise

Visto-me de verde da cabeça aos pés
Fecho os olhos e conto até três
Paz, serenidade, perseverança
Empatia, solidariedade, confiança
Cair 100 vezes e levantar-se 101
Ter uma mão cheia de nada
E outra de coisa nenhuma
A vida é uma festa, um milagre, uma surpresa
Começa por acaso e acaba depressa.

Filipa Moreira da Cruz

Photos : Filipa Moreira da Cruz, KaDDD e Paul Laurent Bressin

La vie en rose et violet

Reprise

Je vois la vie en rose
Pourquoi pas en violet?!
J’écoute des chansons moroses
Qui me rendent plus gaie
Je veux du fuchsia, du tagada et du bonbon
Je mélange toutes les nuances pour trouver mon ton
Un univers gloss et pailleté est prêt
Pour accueillir les fleurs, les senteurs, les objects
Le Printemps est là, ça tombe bien
Je l’attendais impatiemment.

Filipa Moreira da Cruz

Photos : Filipa Moreira da Cruz, KaDDD et Paul Laurent Bressin