Êxodo urbano

Durante vários séculos, a população trocou o campo pela cidade em busca de melhores condições de vida. Quando a terra deixava de ser fértil, voltavam-se as costas ao verde e abraçava-se o cinzento da metrópole. A tecnologia e a indústria prometiam sucesso e prosperidade. Mas nem todos se deixaram seduzir pela vida urbana e háLire la suite « Êxodo urbano »

Serenidade

Percorro as ruas desertas da cidadeUm templo de paz e de serenidadeSubo colinas, ruelas e muralhasLiberto-me das minhas antranhas Abrigo-me nas suas artériasQuem me dera regressar a estas férias!Os jardins estão imaculadamente Limpos e ordenadosSilêncio, que se vai cantar o fado?Sinto falta do barulho, da confusãoNão sou capaz de ouvir o meu coraçãoSonho ou realidade?PoucoLire la suite « Serenidade »

Postais do meu país

Já tive casa em cinco países diferentes, com línguas, culturas e valores muito próprios. Mas por muitas voltas que dê, o bairro onde passei a minha infância, adolescência e parte da vida adulta continua a ser especial. Como diz uma amiga, “Alvalade ao rubro!”. Sempre! Não sou particularmente bairrista, gosto do meu país por inteiro.Lire la suite « Postais do meu país »

Paris, mon amour

Cidade luz, capital do amor e do sublimeNem sei por onde começar porque não quero que termineFoste casa, brindaste-me com amigosAh e viste nascer os meus filhos!Sempre que penso em ti fico desamparadaEste namoro dura há anos e eu sem ti sou quase nada. Filipa Moreira da Cruz Photos : Filipa Moreira da Cruz

O meu bairro

Saint-Servan, praia Bas Sablons, torre SolidorO meu bairro é mágico e especialAreia dourada, água esmeraldaDo dia para a noite a paisagem muda de corJogo de contrastes Espelho de segredos. Filipa Moreira da Cruz Photos : Filipa Moreira da Cruz

Porto como te quero

Cidade invicta, no norte de PortugalGente autêntica, acolhedora e naturalNo Porto sinto-me em casa, embora não gostem que diga que sou alfacinhaGuardo o segredo porque sei que também és minha. Filipa Moreira da Cruz Photos : Filipa Moreira da Cruz

Saint-Malo

Cité corsaire de onde saiu Jacques Cartier para o CanadáLugar que acolhe quatro estações num diaPraia que invade a cidadeOu cidade que engole a praiaBarcos que chegam e que partemPensei estar de passagemMas quando dei por mim já lhe chamava casa Filipa Moreira da Cruz Photos : Filipa Moreira da Cruz

Paris…sempre!

Desta vez, fui egoísta. Pensei apenas em nós. Há muito tempo que queria agradecer-te publicamente tudo o que me deste. Se estou à espera da melhor ocasião, nunca o farei. Graças a ti, não sou a mesma após os quase 8 anos de vida em comum e as inúmeras visitas relâmpago. Segue-se uma declaração deLire la suite « Paris…sempre! »

Créez votre site Web avec WordPress.com
Commencer