Saltar a cerca

Menina roliça e bonitaApressada e catitaQue passa pela minha ruaSou meu, és tuaEspedita e risonhaSou teu, és minhaAi um dia, vou ter coragemE deixarás de ser apenas uma miragemVou contar-te o que guardo no coraçãoAtravés de um poema ou de uma cançãoJuntos daremos a volta ao mundoA vida muda num segundo. Filipa Moreira da CruzLire la suite « Saltar a cerca »

Vermelhão

Vermelho de raiva ou de vergonhaDe amor ou de paixãoVermelho esquivo e incerto Que desafia o coraçãoVermelho solto e livreDe correrias e contratemposVermelho ousado e provocadorQue entra na dança sem ser convidadoVermelho de mágoa e de rancorLibertino e ousadoVermelho vivo quando estás zangadoPintado a tinta ou a lápisVermelho que à vida dá corE combate aLire la suite « Vermelhão »

A porta do paraíso

A vida é feita de escolhasE nossas cúmplices são as folhasOnde escrevemos a nossa históriaCada dia na Terra é uma vitória Segue o teu caminho que eu seguirei o meuProtegida pela natureza e o azul do céu Quero viver em paz com a minha consciênciaOu numa constante penitência?Prefiro a empatia e a modéstiaOu vendo-me aoLire la suite « A porta do paraíso »

Felicidade

Vou contar-te um segredoOs homens dão a volta ao mundoEm busca de fama e de poderE num segundo o ter aniquila o serA humanidade enfia uma máscara agridoceUns dias sai o sol e noutros choveDe repente, o universo torna-se pequenoA loucura engole o sereno A alienação espezinha a razãoColecionam-se coisas e não recordaçõesBrisam-se corpos eLire la suite « Felicidade »

Êxtase da vida

Todos os dias acordo Deambulando nos meus sonhosQue partilho com o meu amigoArrebatador, secreto, fiel O espírito empurra-me Por entre as labaredas do passadoQue me perseguem e arrastamPara essa constante saudade As trevas da escuridãoAs estrelas da noite claraSão confidentes nas horas divididasEntre o cansaço e a insônia Tantas vezes hesiteiLamentei lágrimas Escondi frustraçõesDesafiei monstrosLire la suite « Êxtase da vida »

Quando a Primavera chegar

É difícil ter certezas quando se fala das razões do coração. Antonio Tabucchi Quando a Primavera chegarEu sei que vou aqui estarQuando a Primavera chegarEu sei que vou ser capaz de perdoarQuando a Primavera chegarEu sei que estarei pronta para amarQuando a Primavera chegarEu sei que vou querer desfrutarQuando a Primavera chegarEu sei que vouLire la suite « Quando a Primavera chegar »

Dúvidas

É difícil ter certezas quando se fala das razões do coração. Antonio Tabucchi Será que vai correr tudo bem?Ficaremos juntos, outra vezÉ importante dar valor ao que se temProeza que não é para todosE exige um grande esforço de desapegoSerá que celebraremos o amor?Com abraços, beijos e aconchegoSerá que devemos lutar pelas nossas crenças?Juntos, somosLire la suite « Dúvidas »

Porta

Porta trancadaToda escaqueiradaPorta fechada a sete chavesEscrava de caprichos e necessidadesPorta usada, velhinhaPequena e castanhinhaPorta com cadeadoGrande e codificadoPorta que apenas conhece sonhosOs meus, os teus, os nossosPorta que foge da realidadeE esconde a verdadePorta redonda, quadradaQue me acolhe quando estou cansadaPorta que rebenta, explodeQue apenas aguenta o que podePorta que ouve desaforos e gritariaQueLire la suite « Porta »

Créez votre site Web avec WordPress.com
Commencer