Estrela do mar

Não canta nem assobiaDesliza como a chuva miudinhaE toca-me suavementeSerá uma estrela que caiu do céu?Perdeu-se das suas irmãsChama-me desesperadaPuxa-me pelo cabeloProcura abrigo e reconfortoSubo ao monte mais altoEquilibro-me nas pontas dos pésSegura-a de mansinhoE devolvo-a ao infinitoEla brilha no firmamentoPara sempre?Peço um desejo que se cumpreA estrela desceu à Terra Emprestada pela luaAtravessou aLire la suite « Estrela do mar »

Despojos de uma vida

Passei por este mundo como tantos,Mas amei como tão poucos.Vivi, sem pressa, sem medo, sem prantosFazendo dos dias enfadonhos momentos loucos. Caminhei com os pés bem assentesNesta terra que suavemente me acolheuE me deixou partir livre e sem correntes,Sem me esquecer de tudo o que ela me deu. Finalmente, sou apenas espírito e recordaçãoE umaLire la suite « Despojos de uma vida »

Créez votre site Web avec WordPress.com
Commencer