Identidades

Há uns dias, uma amiga ligou-me para partilhar uma boa notícia: acaba de obter a nacionalidade australiana. A meio da conversa disse-me que já não se sente apenas francesa, é uma mistura. Talvez só quem tenha passado vários anos num país que não é o seu a possa entender. De qualquer forma, até os queLire la suite « Identidades »

Crónica de um país desamparado

As últimas semanas em França foram tudo menos monótonas. O país começou a desconfinar-se no dia 3 de Maio. Este processo vai decorrer em quatro fases e a vida de antes (que nunca será totalmente igual) só será recuperada a partir de 30 de Junho. Até lá, continuaremos a caminhar a passinhos de bebé eLire la suite « Crónica de um país desamparado »

Comment ça va?

Esta questão é-me colocada várias vezes ao longo do dia. Os franceses têm-na na ponta da língua e respondem por automatismo: ça va. E eu não fujo à regra porque ninguém está interessado em ouvir um desabafo, uma apreensão. Ninguém tem tempo para lamurias nem queixas. Ninguém se preocupa com os problemas dos outros nemLire la suite « Comment ça va? »

De Portugal para o mundo

Intrépidos, destemidos, aventureiros e ousados. Assim são alguns lusitanos. Não importa a razão, apenas o impulso de procurar aqui fora o que não se encontra lá dentro. Admiro os que saem da sua zona de conforto e correm riscos. Os que sabem que, mesmo que regressem, nunca serão os mesmos. Aconteceu-me a mim (mas issoLire la suite « De Portugal para o mundo »

Já cheira a Verão!

Boas notícias para todos os que sonham com as tão desejadas férias grandes! Reabertura das fronteiras terrestres e aéreas, praias com socorrista, semáforos, zonas delimitadas e bandeira azul. Esplanadas prontas para receber turistas ávidos de cerveja, tremoços, caracóis, sardinhas e bolas de Berlim. Filas intermináveis nas estradas que serpenteiam o país e gasolina a preçosLire la suite « Já cheira a Verão! »

En mai, fais ce qu’il te plaît

Bem vindos à nova normalidade! Maio 2020 já é uma data histórica para muitos habitantes do planeta azul. O mês do desconfinamento, da desclausura, mas sem desobediência nem desenvoltura. Avançamos a passos de bebé, com prudência e sem excessos. Caso contrário, voltaremos para casa antes de saborear a tão ansiada liberdade. Como dizem os franceses,Lire la suite « En mai, fais ce qu’il te plaît »

O vírus com várias cores

No país onde vivo há três assuntos tabu: a política, a religião e o dinheiro. Paradoxalmente, os nativos têm opiniões bem formadas acerca dos três e expõem-nas com facilidade nas redes sociais ou em conversas de café, mas raramente em reuniões familiares. Os franceses adoram comentar a atualidade política e criticam todos os partidos: daLire la suite « O vírus com várias cores »

Créez votre site Web avec WordPress.com
Commencer