¡Al mal tiempo, buena cara!

Só quem te conhece mal é que se atreve a concluir, erradamente, que és a nossa irmã gémea. Tu és ímpar, singular, cosmopolita, multicultural. Berço de mil e uma noites, de reis e de rainhas, de uma guerra civil sangrenta e de uma ditadura franquista. Terra de montanhas, serras e mesetas banhada pelos mares mediterrâneoLire la suite « ¡Al mal tiempo, buena cara! »

Créez votre site Web avec WordPress.com
Commencer