Para si mãe

Querida mãe,Enviou-me esta fotografia da terra que a acolheuE eu recebo-a com o carinho que sempre me deuEstes versos são insignificantesMas sabe que o amor, esse, é eterno e constanteRegado diariamente com alegria e resiliênciaAlheio a futilidades e prepotênciaO castelo vigia, do alto da colinaA cidade que é sua e quase minhaE a adorada calçadaLire la suite « Para si mãe »

Morte certa, mas sem hora marcada

A minha irmã avisou-me e eu pensei estar preparada. Enganei-me. E o choque foi imenso quando vi a minha mãe (ainda jovem e cheia de vida) tão magra e debilitada, deitada na cama do hospital. Parecia uma boneca de porcelana, com a tez esbranquiçada e o corpo mirrado. Ou um copo de cristal que, sóLire la suite « Morte certa, mas sem hora marcada »

Fly away!

Adoro viajar! O avião e o comboio são os meus transportes favoritos. E amanhã vou ter uma dose dos dois! Saint-Malo – Rennes – Paris – Lisboa. A expedição vai ser longa, mas quem corre por gosto não se cansa. Tirei esta fotografia há vários anos, num voo de San Sebastian a Lisboa. Ah, Lisboa…Lire la suite « Fly away! »

Happy birthday mãe!

Hoje a minha mãe faz anos. 67 invernos, primaveras, verões e outonos. Uma inspiração e fonte de amor e de resiliência. Mulher sábia, assertiva, ponderada e extremamente lúcida. Tanto que, às vezes, assusta! Nem esta maldita doença que lhe voltou a invadir o corpo a derrota. Gosto tanto de si mãe! E peço a DeusLire la suite « Happy birthday mãe! »

Abençoada loucura

Loucos são aqueles que ousam ser felizesE pintam o dia com diferentes matizesFazem as pazes com o medoA vida é um maravilhoso segredoPrestes a ser desvendadoEsse tesouro tão bem aguardadoCabe na mão, no peitoEmbora de infinito seja feitoLoucos são aqueles que buscam a verdadeEm nome da tal liberdadePerseguem sonhos E falam baixinho com anjinhosAcreditam emLire la suite « Abençoada loucura »

Nunca mais és mãe!

A maioria das minhas amigas não tem filhos. Nem todas por opção. Mas isso não significa que não gostem de crianças, antes pelo contrário. Perguntam-lhes frequentemente se ainda pretendem ser mãe. As respostas são variadas e algumas até originais: não pensei nisso, não tenho tempo, qualquer dia destes, quando puder, falta-me encontrar a pessoa certa…Lire la suite « Nunca mais és mãe! »

Mãe

Mãe solteira, mãe casadaMãe viúva ou divorciada Mãe leoa, mãe galinhaMãe corajosa como a minha Mãe alheia, mãe ausenteMãe amiga, sempre presente Mãe cansada, mãe distanteMãe frustrada e hesitante Mãe espancada, abandonadaMãe forte e recuperada Mãe adúltera e egoístaMãe enganada, mas pacifista Mãe flor, mãe fruto, mãe oceanoMãe sem pudor que deixa a nódoa cairLire la suite « Mãe »

Créez votre site Web avec WordPress.com
Commencer