« Estou farta deste vírus! »

Et voilà, o dia 1 de maio também esteve de quarentena. A “fête du travail” celebra-se no país galo desde 1793 e é quase tão importante como o 14 de julho (dia nacional). Pela primeira vez, não houve festejos nem desfiles da CGT ou da “France Ouvrière”. Neste mesmo dia, celebra-se outra festa: a doLire la suite « « Estou farta deste vírus! » »

Créez votre site Web avec WordPress.com
Commencer