Partidas e Chegadas

Estação de comboio ou aeroporto
Azáfama, confusão
Do meio de transporte não me ocupo
Viajo com o coração
Despedidas, abraços
Saudades e solidão
Fotografias e retratos
São fonte de inspiração
Recordar é viver
Mas a vida não é um episódio abstrato
As memórias ajudam-nos a ser
Viajantes no tempo e no espaço.

Filipa Moreira da Cruz

Photos : Filipa Moreira da Cruz

O céu (não) pode esperar

Photo : Filipa Moreira da Cruz

A morte parece menos terrível quando se está cansado.

Simone de Beauvoir

Após ter visto uma reportagem, há muito tempo, num quarto de hotel em Estocolmo escrevi:

É bem minha esta cabeça que, um dia, riu, chorou, amou, sonhou. Mas deixou de ser meu este corpo podre e sem vida. Sim, sem vida!
O espírito, já com um pezinho no outro lado, teima em pairar, segredando-me ao ouvido « já é hora ». E eu, como ainda sou pessoa, finjo que não entendo. (Pois claro!) Gostaria tanto de soltar amarras e partir sem perder a minha dignidade.

Filipa Moreira da Cruz

Despojos de uma vida

Photo : KaDDD

Passei por este mundo como tantos,
Mas amei como tão poucos.
Vivi, sem pressa, sem medo, sem prantos
Fazendo dos dias enfadonhos momentos loucos.

Caminhei com os pés bem assentes
Nesta terra que suavemente me acolheu
E me deixou partir livre e sem correntes,
Sem me esquecer de tudo o que ela me deu.

Finalmente, sou apenas espírito e recordação
E uma imensa saudade do que não vivi.
Resta-me esquecer o tempo, essa prisão,
Fechar os olhos e pensar em ti.

Vês essa estrela, ao longe, no céu
Que brilha no firmamento?
Pequenina e insignificante, assim sou eu
E venho dizer-te que a vida é um breve momento.

Filipa Moreira da Cruz