Água

Água de nevão dá muito pãoMas também faz desabar as paredesA água é boa para lavar os pésE para criar rãs na barrigaÁgua corrente não faz mal à genteE esterco não consenteÁgua parada: água estragadaÁgua detida faz mal à vidaÁgua o deu, água o levouÁguas passadas não moem moinhosNem lavam as más línguasÁgua mole, emLire la suite « Água »

Três noites e dois dias

Desta vez, nem tive tempo de abraçar a minha Lisboa. Acabada de aterrar, fui para Tomar, a cidade que os meus pais escolheram para viver depois de mais de 60 anos na capital. O calor abrasador baralhou-me o discurso. Nem para falar tinha energia. Já não me lembrava do que eram 42°C à sombra! ALire la suite « Três noites e dois dias »

Porto como te quero

Cidade invicta, no norte de PortugalGente autêntica, acolhedora e naturalNo Porto sinto-me em casa, embora não gostem que diga que sou alfacinhaGuardo o segredo porque sei que também és minha. Filipa Moreira da Cruz Photos : Filipa Moreira da Cruz

Saint-Malo

Cité corsaire de onde saiu Jacques Cartier para o CanadáLugar que acolhe quatro estações num diaPraia que invade a cidadeOu cidade que engole a praiaBarcos que chegam e que partemPensei estar de passagemMas quando dei por mim já lhe chamava casa Filipa Moreira da Cruz Photos : Filipa Moreira da Cruz

Berço de Portugal

D. Afonso Henriques prometeu e cumpriuDaria aos portugueses o que era seuPor amor à pátria derrotou a própria mãeTambém destes feitos um país tem1128 ficará para sempre na HistóriaE a vitória de S. Mamede não se apaga da memóriaAqui nasceu Portugal…Guimarães. Filipa Moreira da Cruz Photos : Filipa Moreira da Cruz

Créez votre site Web avec WordPress.com
Commencer