Abençoada família esta onde nasci!

Deveria terminar um trabalho escrito, mas não tenho vontade… O meu amigo Fernando enviou-me um link para um exclente albúm e eu já estou noutra dimensão! Bem longe…!Voltei a ter 13 ou 14 anos. Revejo-me sentada na salinha cor de rosa preparada para ficar horas a fio a ouvir música e a escrever para aliviarLire la suite « Abençoada família esta onde nasci! »

Celebrar o amor é celebrar a vida

A 14 de fevereiro celebra-se o São Valentim em quase todo o mundo. Existem, pelo menos, três versões em volta desta festa. Partilho a que se dedica à história do padre de Terni que viveu no século III e opôs-se às ordens de Cláudio II. Segundo a lenda, o imperador decidiu proibir todas as uniõesLire la suite « Celebrar o amor é celebrar a vida »

Proibido ser (in)feliz

Seja positivo, sorria. Mas não se esqueça de chorar de vez em quando, isso mostra que não é insensível. Liberte-se das pessoas tóxicas, mas não se afaste da família, mesmo que os mais podres sejam aqueles com quem partilha ADN. Faça o que gosta, mas enquanto não aparece o trabalho dos seus sonhos deixe-se ficarLire la suite « Proibido ser (in)feliz »

Vida de cão

Animal pequenino e tristonho.Descuidado, pulguento e abandonado.Os que passavam não lhe achavam graçaE tinham medo de apanhar carraça.Mas a Mathilde não pensava assimE queria o cachorro para si. Sonhou em levá-lo consigo,Dar-lhe banho e um porto de abrigo.O que as crianças desejam acontece.É o poder da mente que obedece.O cachorro cresceu e virou cão.A meninaLire la suite « Vida de cão »

¡Al mal tiempo, buena cara!

Só quem te conhece mal é que se atreve a concluir, erradamente, que és a nossa irmã gémea. Tu és ímpar, singular, cosmopolita, multicultural. Berço de mil e uma noites, de reis e de rainhas, de uma guerra civil sangrenta e de uma ditadura franquista. Terra de montanhas, serras e mesetas banhada pelos mares mediterrâneoLire la suite « ¡Al mal tiempo, buena cara! »

RISO

Macron decretou o prolongamento da quarentena até 11 de Maio. Anunciou que serão realizados testes à população mais exposta, assim como às pessoas que apresentem sintomas (até que enfim!). Haverá novas ajudas financeiras para as famílias mais vulneráveis e o regresso à « normalidade » será progressivo e organizado por fases; não sairemos todos de casa aoLire la suite « RISO »

Todos em casa

Saí de Portugal há 20 anos e já vivi em vários países europeus. Desde 2018 a minha casa é Saint-Malo, em França. Estar longe da família e comunicar através de Skype, Whatsapp e Facetime faz parte do meu quotidiano. Bendita era digital! É o preço a pagar por ter escolhido viver no estrangeiro. Somos quatroLire la suite « Todos em casa »

Créez votre site Web avec WordPress.com
Commencer