Brisa primaveril

Às vezes ouço passar o vento; e só de ouvir o vento passar, vale a pena ter nascido. Fernando Pessoa É um amigo que me chamaQue me assobia de vez em quandoInvisível e imperturbávelDança por todos os sítios por onde andoTraz um cheiro a naturezaEnvolve-me nos dias de PrimaveraÉ uma alegria, uma surpresaSão os pássarosLire la suite « Brisa primaveril »

Verde é esperança

Visto-me de verde da cabeça aos pésFecho os olhos e conto até trêsPaz, serenidade, perseverançaEmpatia, solidariedade, confiançaCair 100 vezes e levantar-se 101Ter uma mão cheia de nadaE outra de coisa nenhumaA vida é uma festa, um milagre, uma surpresaComeça por acaso e acaba depressa. Filipa Moreira da Cruz Photos : Filipa Moreira da Cruz, KaDDDLire la suite « Verde é esperança »

Amizade improvável

O leão diz à formigaÉs tão pequenina!A formiga responde Não imaginas a minha sorte! Posso fazer mais do que tu que és tão forteQuando chove, abrigo-me debaixo de uma folhaSempre que há festa, voo em cima de uma rolhaNos dias de sol abrasadorUma simples pedrinha protege-me do calorE quando estou chateada com o mundo Basta-meLire la suite « Amizade improvável »

Créez votre site Web avec WordPress.com
Commencer