Estará o trabalho tradicional em vias de extinção?

Quando o meu filho tinha nove anos a professora pediu para responder à pergunta da praxe: o que é que queres ser quando fores grande? O meu filho escreveu « não sei o que vou ser quando for grande porque a minha profissão ainda não existe e penso que não terei apenas uma profissão, mas várias. »Lire la suite « Estará o trabalho tradicional em vias de extinção? »

Virados do avesso

É cão, é gatoÉ periquito, é peixe encarnadoÉ gritaria, casa desarrumadaFicamos de pijama. Festa assegurada!É roupa amarfanhada, loiça por guardarDe manhã, não há escolha, temos que trabalharEstudar em casa é o que está a dar!Escola fechada, parque vazioTodos os dias são iguais, mas sem frioSaudades dos avós, triste realidadeEles sim gostam de nós de verdade!QuandoLire la suite « Virados do avesso »

Made in Europe

Vivemos um período doloroso que pode, e deve, ser encarado como uma oportunidade de rever quase tudo. Deitar fora o que já não serve, reciclar o que ainda pode ser utilizado e criar novas oportunidades que correspondam às reais necessidades. De um dia para o outro, tudo mudou e a mudança continua a ser constanteLire la suite « Made in Europe »

Novo mundo

Bem-vindo à “nova normalidade”! Quer ir dar um mergulho no mar? Não há problema! Basta tirar a senha e esperar pela sua vez! Se preferir, fazer um piquenique no parque ou no jardim do bairro, não há nada mais simples! Coma, beba, converse e vigie as crianças de pé porque os bancos são apenas decorativosLire la suite « Novo mundo »

En mai, fais ce qu’il te plaît

Bem vindos à nova normalidade! Maio 2020 já é uma data histórica para muitos habitantes do planeta azul. O mês do desconfinamento, da desclausura, mas sem desobediência nem desenvoltura. Avançamos a passos de bebé, com prudência e sem excessos. Caso contrário, voltaremos para casa antes de saborear a tão ansiada liberdade. Como dizem os franceses,Lire la suite « En mai, fais ce qu’il te plaît »

Créez votre site Web avec WordPress.com
Commencer