Letter to a friend

Photo : Filipa Moreira da Cruz

Dear friend,
I’m counting the days for Spring to come
You know I dislike Winter time
If you were here, we could stroll on the beach
Feeling free and released
Have I told you that I have a dog?
Poppy is sweet and strong
Do you remember
When we used to sing and dance?
Every moment together was a real chance
You were young and full of energy
Heaven took you away so soon from me
At night, I ask the stars
To guide you wherever you are
I keep the promise in your name
Although life will never be the same
One day, we’ll meet again
My dear friend.

Filipa Moreira da Cruz

Engano d’alma

Photo : Paul Laurent Bressin

E ao acordar, lá vem a consciência.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Mergulhada num sonho infinito
Imagino-me imortal
Poderosa como mais ninguém
Fecho os olhos e deixo-me levar

O sol é uma bola de fogo ardente
As nuvens são macias e leves
A relva é verde e suave
O céu é um horizonte inatingível

Caminho sozinha
No meio da multidão
Ausento-me das conversas
Fúteis e vazias

Perdura para sempre
O gosto de viver
A alegria de sonhar
O espírito da aventura

Empurro a consciência
Para bem longe
Para o outro lado do mundo
Onde nunca a possa encontrar

Afinal, não passou tudo
De uma ilusão
O sonho é um engano d’alma!
E a razão sobrepõe-se à vida.

Filipa Moreira da Cruz

Rêverie

Je me perds dans tes artères
Je joue au cache-cache
Avec mon ombre
Je défie les derniers
Rayons de soleil
Si chauds et intenses
La lumière du Sud
Est magique et envoûtante
Dois-je rêver?
Peut-être…
Et j’ose le faire
Avec les grands yeux ouverts
Car les meilleurs rêves se produisent
Quand nous sommes éveillés.

Filipa Moreira da Cruz

Photos : Paul Laurent Bressin

Street Art

Beauty is everywhere
If we don’t see it
It’s just because
We are distracted.

Photos : Filipa Moreira da Cruz

A melodia das cotovias

Photo : Filipa Moreira da Cruz

Morre de sofrimento esta família que se esconde por detrás dessa janela, igual a tantas outras.
Outrora alegre, esta casa está triste e melancólica, afogada nas memórias do passado. Não é azul, mas sim preta a cor que a rodeia. O vaso está quebrado, as flores murcharam e o olhar do gato ficou transparente, insípido. As cortinas sujas e comidas pelo sol contam histórias a quem tiver coragem para as escutar.
Passaram-se seis anos desde que essa alma partiu e a vila inteira foi invadida de rancor e sofrimento.
Longe vão os tempos em que se ouvia música e se dançava até de madrugada. Nessa altura, as flores cresciam suavamente, embaladas pela doçura do riacho. Os sonhos tinham asas e as alegrias não conheciam limites. Mas ficaram para sempre os sentimentos que deslizam ao som da melodia das cotovias.

Filipa Moreira da Cruz

Tête en l’aire

Photo : Filipa Moreira da Cruz

Elle oublie les clés de la maison, de faire les courses, de préparer à manger et même d’aller chercher les enfants à l’école. Les pauvres!
Son mari lui dit souvent:
– Un jour, tu perdras ta tête, c’est sur!
Elle s’endort debout, elle rêve éveillée, elle écrit des lettres d’amour que personne ne lit.
Elle pense à sa jeunesse, l’insouciance de ne pas craindre le lendemain.
Elle l’aime, mais n’ose pas lui dire. Elle veut s’enfuir à l’autre bout du monde, mais n’a pas le courage de faire sa valise.
Elle ne vit plus, elle survit, à peine. Elle est épuisée.
Elle vit entre deux mondes, mais elle n’appartient à aucun.
Elle joue le rôle de l’épouse parfaite, la mère bienveillante, l’amie complice, la fille modèle.
Elle oublie ses désirs et se laisse aller. Elle s’efface, se fait petite et transparente.
Et puis un jour, elle prend le large, en laissant tomber ce sentiment de culpabilité qui l’a accompagné depuis tant d’années. Les enfants ont grandi, son mari est devenu vieux et aigris.
Elle s’autorise le goût du bonheur, sans peur de perdre la tête!

Filipa Moreira da Cruz



El principio del fin

Photo : Filipa Moreira da Cruz

Una amplia sonrisa
Un olor familiar
Una caricia escondida
Un paseo a orillas del mar
Un beso fugaz
Amor a fuego lento
Yo me quedo y tu te vas
Un perfecto incompleto
Asi soy yo cuando tu no estás
Dos caminos cruzados
No más portazos
¡Jamás!
Nuestros espíritus separados
En el mismo cuerpo
Dos cabezas, cuatro piernas
Estoy agotado, no puedo más
Mi corazón roto, aguenta tus penas
¿Vale la pena vivir así?
¡Dime qué estoy haciendo aquí!
Adiós, sigue tu ruta
Yo seguiré la mia
La pelea ha terminado
Y este cuento se ha acabado.

Filipa Moreira da Cruz







Dúvidas

Photo : Filipa Moreira da Cruz

É difícil ter certezas quando se fala das razões do coração.

Antonio Tabucchi

Será que vai correr tudo bem?
Ficaremos juntos, outra vez
É importante dar valor ao que se tem
Proeza que não é para todos
E exige um grande esforço de desapego
Será que celebraremos o amor?
Com abraços, beijos e aconchego
Será que devemos lutar pelas nossas crenças?
Juntos, somos mais fortes
Sem rancor nem desavenças
Será que vamos sarar as feridas do coração?
Tentar, não custa
Basta dar asas à fantasia
E abandonar, por um momento, a razão
Será que estaremos aqui amanhã?
Isso, ninguém sabe
Aproveitemos cada instante
Sem medo de despertar de manhã.

Filipa Moreira da Cruz

Amor…

Photo : Filipa Moreira da Cruz

Amor é fogo que arde sem se ver.

Luís de Camões

Amor é fogo que arde sem se ver
Amor é tudo querer
Amor é ter os pés no chão e a cabeça no ar
Amor é criar asas e voar
Amor é ser a poeira que assenta na terra
Amor é um dia fresco de Primavera
Amor é ter fome de afetos
Amor é ter sede de abraços
Amor é desejar a lua e o sol ao mesmo tempo
Amor é desafiar cada momento
Amor é tudo e nada
Amor é choro e gargalhada
Amor é passar entra as gotas da chuva
Amor é dizer as verdades sem calçar luva
Amor é uma risada disparatada
Amor é uma porta fechada
Amor é uma janela aberta
Amor é uma uma descoberta
Amor é uma aventura
Amor é não esgotar a ternura
Amor é nunca estar contente
Amor é viver o presente.

Filipa Moreira da Cruz

Blissfulness

Photo : Filipa Moreira da Cruz

Undress my soul
Unwrap my body
Take me as whole
Our love is groggy
Release me from my fears
Accept all my tears
Those I’ve already cried
And the ones that will arrive
One day… Who knows?
Eventually
Life is a mystery
Meanwhile, let’s just pretend
We’ll stay together
Today, tomorrow, forever.

Filipa Moreira da Cruz

Créez votre site Web avec WordPress.com
Commencer
%d blogueurs aiment cette page :